imagem BLOG & DIABETES: FICA A DICA

Este slideshow necessita de JavaScript.

Quando criamos um blog, muitos podem pensar que basta elaborar um post bonitinho, falar umas besteiras e colher os louros. Ledo engano! Ter um blog, principalmente sobre saúde, exige responsabilidade, estudo sobre diabetes, trabalho, vontade de ajudar, paciência e muito amor no coração.

susto glicemiaTenho o hábito de publicar em meu blog com alguma frequência as minhas glicemias, no convívio com o diabetes, sejam boas ou ruins. Essa é uma das formas que encontro para mostrar que é possível estarmos no controle de nosso excesso de doçura a maioria do tempo. Muitas pessoas me perguntam o que faço para mantê-las assim “o tempo todo”. Bom, já precisamos esclarecer uma coisa aí, apesar de sempre deixar claro: tenho diabetes, assim como a maioria dos amigos que seguem o blog Diabetes Esporte & Natureza. Não consigo apenas bons resultados no glicosímetro, tenho vários ruins também e, quando pertinente, também os publico. O que posso dizer que tenho de diferente da maioria, é a minha postura diante dos resultados insatisfatórios: em lugar de me lamentar e me sentir uma vítima, corro atrás do prejuízo imediatamente.

14jul2016

Dado o imenso número de posts do blog e do Facebook que já traduzem o que faço para manter minha glicemia em bons níveis o máximo de tempo possível, sei que alguns podem pensar que não seria necessário, mas faço questão de lembrar alguns pontos do diabetes que podem ser óbvios para algumas pessoas, mas para outras não.

As melhores “dicas” que posso dar são:

  • A principal: ame-se e respeite-se;
  • Sigam o tratamento prescrito pelo seu médico, não acreditem em falsas promessas de cura do diabetes ou em produtos e chás milagrosos: sua vida pode ser colocada em risco;
  • Anotem suas glicemias e levem seus registros a cada consulta. Isso facilita o trabalho do seu médico para escolher a melhor terapia e os melhores ajustes para o seu caso;
  • Pratiquem atividades físicas e procurem a orientação de um profissional de Educação Física. Levantem do sofá;
  • Informem-se sobre o diabetes: conhecer a disfunção é a melhor arma para entendê-la e melhorar o seu convívio com ela;
  • Adotem uma boa alimentação, aprendendo a consumir carboidratos de acordo com a sua condição de saúde. Busquem a orientação de um nutricionista;
  • Durmam! A vida moderna nos exige muito e, com frequência, esquecemos da importância do bom sono em nossas vidas. Não somos máquinas: precisamos de descanso.

Viram como não existe nenhum mistério? Não tenho nenhuma fórmula secreta para conviver com o diabetes e tenho certeza que a maioria dos leitores já escutaram a maioria desses itens que compartilhei acima.

As duas únicas barreiras que existem entre nós e o sucesso de nosso tratamento são:

  1. A situação caótica da saúde pública em nosso país, agravada por uma crise econômica gravíssima;
  2. Crenças limitantes e falta de motivação, que fazem os itens acima nos parecerem inatingíveis.

Portanto, quem tem problemas de acesso aos medicamentos na rede pública (são muitas pessoas, eu já vivi isso e em breve devo voltar a viver), devem tentar cumprir o máximo dos itens acima, sempre dentro de suas possibilidades financeiras, mas fazendo o seu melhor.

Para quem arca com seu próprio tratamento, mesmo com dificuldade, como eu, não há razões para não seguirmos todos os itens que citei. Não é fácil nem nunca será. Às vezes vamos falhar, mas quem não falha? O que não podemos permitir é que nossa vida seja mais curta ou seriamente comprometida por não acreditarmos em nossa capacidade de superação das adversidades.

Trilha rumo a tomarPrecisamos aprender a aceitar nossa condição e sairmos do papel limitante e sufocante de vítimas da vida. Precisamos deixar de apontar o dedo para aquele que consegue o que almejamos e encoraja outras pessoas a correrem atrás, como se ele fosse um inimigo ou alguém que “quer aparecer”: na verdade, ele é um amigo disposto a ajudar. Precisamos deixar de ofender àquele que tem acesso a um tratamento melhor que o nosso e exigir das autoridades que cumpram a Constituição Federal e forneçam um tratamento digno à população. Precisamos aprender a respeitar as pessoas e a nossa saúde, mas para que isso ocorra, é necessário que aprendamos a respeitar a nós mesmos.

fb_img_15149175679852096439362.jpgA autopiedade é como uma autoagressão e pode nos levar a buscar culpados para nossa condição, inimigos onde só há amor e a agredir, ainda que com ofensas travestidas de “críticas construtivas”, a quem só quer ajudar. Enquanto isso, a doença nos consome… E o diabetes não perdoa desleixos. Sejamos melhores do que isso. Enfrentemos nossa realidade com mais otimismo, coragem, positividade e amor no coração.

fb_img_1514917579262840866010.jpgNão gosto de dizer que dou dicas, pois deixo isso para os mais sábios, mas se pudesse dar alguma, além das que coloquei acima, repetiria o título de um de meus textos aqui do blog: “MAIS AMOR E MENOS MIMIMI” (Clique aqui e leia o texto).

Vamos viver mais e perder menos tempo com queixas e lamentações. Há uma vida linda nos esperando para ser vivida.

🙂 🙂 🙂 🙂 🙂 🙂 🙂 🙂 🙂 🙂 🙂 🙂 🙂 🙂 🙂 🙂 🙂 🙂 🙂 🙂 🙂 🙂 🙂 🙂 🙂 🙂

fb_img_15149176017581515779469.jpg

Grande abraço e boas glicemias,

Daniel Ramalho – Diabeticoach

Blog Diabetes Esporte & Natureza


Assinatura Blog 003 set2017


CHEGOU21616546_507560499604571_3554556279413164762_n

BEM-ESTAR, DESENVOLVIMENTO PESSOAL E RESILIÊNCIA NO TRATAMENTO DO DIABETES!

Acesse www.diabeticoach.com.br

ou clique na imagem acima.


REVISTA ELETRÔNICA

25157900_1944150265906196_4152001826711819363_n

Leia no nosso nº 8! Clique aqui ou na imagem acima.


 

2 comentários

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s