imagem É PRECISO SABER VIVER

Por Daniel Ramalho

17abr2010 (96b)
Deixe-se envolver pela vida, mesmo que a luta seja cansativa. Imagem: DEN

Lutas, batalhas, conquistas! Tudo isso faz parte da vida, com ou sem diabetes, bem como a paz, o amor e as derrotas.

Muitas vezes nos concentramos naquilo que nos faz ter a sensação de estarmos sendo pessoas ativas, batalhadoras e vencedoras, mas nos esquecemos que há muitas coisas nas entrelinhas de nosso dia-a-dia que vão acontecendo sem nos darmos conta nem valor.

Também há o caso de pessoas que valorizam mais do que deveriam algumas delas e acabam trazendo mais problemas para si.

17abr2010 (107)
Às vezes o simples ato de levantar a cabeça e olhar para cima pode revelar uma beleza surpreendente. Basta querer enzergar. Imagem: DEN

“Lutar pela vida é preciso, mas não podemos nos esquecer de viver”, já diria, com muita sabedoria, algum filósofo anônimo das máximas populares. Muitas vezes nos envolvemos tanto com a luta diária com o diabetes, com os problemas a serem resolvidos, o trabalho e outras coisas edificantes, que acabamos esquecendo de coisas muito simples, mas de natureza igualmente construtivas.

Precisamos valorizar o som do mar, o som da vida acontecendo ao nosso redor, a brisa que toca nosso rosto, a água que percorre nossa pele, os cheiros que trazem as lembranças. Precisamos dar-nos um tempo para sermos humanos: descansarmos da luta, assumir nossos erros, aproveitarmos o poder pedagógico das quedas,  tomar fôlego, para, só então, retomar a posição de combate. Sempre disposto a repetir o exercício de humanidade, nos colocando perante a vida como simples humanos, à mercê das adversidades da natureza e da vida, mas fortes em espírito, garra e, sobretudo, em humildade, sensibilidade e empatia.

17abr2010 (117b)
“É preciso enxergar e aproveitar os mínimos detalhes de nossos dias, meses, anos, vidas”. Imagem: DEN

Diabetes, ansiedade, depressão, nefropatia, neuropatia, cegueira, doença. Fantasmas que podem nos perseguir se permitirmos, ainda que não os tenhamos em nosso corpo. Palavras muito pesadas. Conceitos e preconceitos nefastos, negativos e traumáticos de acordo com a vivência de cada um. Mas todas se tornam mais leves e toleráveis se não nos esquecermos de outra simples palavra: viver!

Parece fácil, mas para vivermos plenamente não basta acordar, abrir os olhos e se levantar todos os dias. Como diria a canção: “É preciso saber viver”! É preciso enxergar e aproveitar os mínimos detalhes de nossos dias, meses, anos, vidas. É preciso aprender com os erros, dar-se um tempo para assistir aos maravilhosos espetáculos que são a natureza e o coração das pessoas de bem. É preciso encher o peito com um pouco mais de otimismo para aniquilar o azedume das queixas incessantes. Só assim aprenderemos o que é a vida, viver, vivência, verdade.

Lutemos todos! Conquistemos nossos objetivos com o diabetes ou em outros âmbitos da vida, mas nunca deixemos de aproveitar aquele que, no fim das contas, é nosso único bem: a vida!

Grande abraço,

DANIEL RAMALHO

DIABETES ESPORTE & NATUREZA


Assinatura Blog


Revista Eletrônica EM DIABETES – Ano I – Número 1

IMG-20170514-WA0022Clique na imagem e acesse.


Banner horizontal SEJA NOSSO PARCEIRO


 

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s