imagem ACABOU-SE O QUE ERA DOCE

Por Daniel Ramalho

Hoje finalmente consegui ir buscar minha insulina, fitas de medição, seringas e lancetas. Havia quase um mês que tentava encontrar tempo para isso e, diante da impossibilidade por conta do trabalho, acabava tendo que arcar com o custo de alguns produtos aos quais tenho direito de obtê-los gratuitamente no SUS.

20160503_160621cEu que até agora estava tendo muita sorte no que se refere à disponibilidade do que preciso na farmácia da Policlínica Hélio Pellegrino, no Rio de Janeiro, hoje me senti frustrado por não receber justamente o produto mais caro dos que me são fornecidos: as fitas de medição da glicemia. Não digo surpreso, pois já conhecendo um pouco a precariedade do SUS através de relatos de amigos e seguidores e a falta de respeito de nossos governantes com a população que os elege, me considerava um sujeito de muitíssima sorte por nunca ter passado por essa situação.

Fui muito bem atendido por uma funcionária super delicada e atenciosa e que parecia sentir na pele o sofrimento de cada paciente que lá chegava e não encontrava seu remédio.

O que mais me preocupou não foi apenas o fato de não contar com as minhas fitas – se não chegar até quinta-feira terei que apertar o cinto e gastar ao menos 500 reais para manter minha rotina de cuidados e medições – mas a quantidade de pessoas que lá chegavam buscando os mais variados medicamentos e absolutamente todos os que pediram, nos 15 a 20 minutos que lá estive, estavam em falta, assim como minhas fitas.

Assustei-me também com o bom humor e a paciência com que todos entenderam a situação. Não pareciam pessoas buscando seus remédios, para se cuidarem, manterem-se vivos, mas pela reação tranquila ao absurdo que ali estava sendo cometido, parecia um monte de gente que havia se atrasado para pegar algum brinde e que se conformavam sem problemas de perder aquela “bocada”.

Fiquei observando aquela cena e foi impossível não pensar no quanto nossos políticos devem gostar de um “rebanho” tão passivo e domesticado. Um povo que em lugar de se revoltar e exigir que seus direitos sejam cumpridos simplesmente sorri e agradece a atenção como se o Estado estivesse lhe fazendo um favor, que dessa vez não foi possível satisfazer.

NÃO É FAVOR, É DIREITO!!! Enquanto o Estado continuar nos extorquindo diariamente o pouco que ganhamos com nosso suor, NUNCA nos fará um favor. É OBRIGAÇÃO dos governos federal, estadual e municipal, darem condições para que o SUS atenda aos pacientes e lhes forneça os remédios necessários para seus tratamentos. NÓS PAGAMOS DIARIAMENTE POR ISSO!!!

PG MINSAUDE cópia
A página do próprio Ministério da Saúde esclarece sobre os direitos de quem tem diabetes. Onde está esse respeito na prática? Fonte: http://bvsms.saude.gov.br/bvs/legislacao/diabetes.php

Façamos sempre a nossa parte, participemos dos movimentos que buscam melhorias no sistema público de saúde. Com todos juntos, não há governo que nos segure. Façamos barulho, como nós do R-Evolução Azul estamos fazendo, assim como outras pessoas que acreditam no poder das manifestações e denúncias bem fundamentadas.

Não se conformem, pelo amor de Deus! Não se trata tampouco de destratar o coitado do funcionário da farmácia do SUS, pois ele, ao contrário do administrador público que é quem deixa faltar os medicamentos e insumos de uma forma geral, é o único que coloca a cara ali na frente para nos dar alguma satisfação.

Coloquem a boca no trombone, organizem manifestações, mandem mensagens para as páginas do Ministério da Saúde e dos outros órgãos responsáveis pela saúde pública. COBREMOS NOSSOS DIREITOS DAQUELES QUE NOS NEGAM UM TRATAMENTO DIGNO PREVISTO EM LEI!

Eu saí de lá com a promessa de que na quinta ou na sexta receberia minhas fitinhas, ao contrário daqueles senhores aos quais me referi, em sua maioria idosos, que nem uma data lhes deram. Espero que isso se cumpra, pois se já me dispus a entrar em uma briga por conta de quem não está recebendo sua insulina ou outros produtos necessários ao tratamento do diabetes, ainda que estivesse recebendo os meus normalmente, não vou pensar duas vezes antes de gritar ainda mais alto se não receber o que tenho direito.

E para terminar esse relato, desabafo e reflexão, nada melhor do que um pensamento de um autor que já citei hoje mais cedo:

“O descontentamento é o primeiro passo na evolução de um homem ou de uma nação”.

Oscar Wilde

Nada de passividade! Vamos mostrar nosso descontentamento e cobrar atitudes das autoridades! Chega de descaso!!!

Que venham dias melhores!


Daniel Ramalho Studio 002 DM1
Daniel Ramalho

Blogueiro, jornalista, editor do Blog Diabetes Esporte & Natureza, pedagogo, pós-graduando em “Educação em Diabetes” e “Psicologia Positiva e Coaching”, esportista amador, músico e ator. Convive com o Diabetes Mellitus tipo 1 desde 09/07/2008.
Praticante de esportes radicais com ênfase em Surf, Bodyboard e Skate, além de SUP (stand up paddle), ciclismo, natação e trekking, utiliza as atividades físicas como aliadas no controle glicêmico.
Profissionalmente dedica-se à composição de trilhas sonoras, administração escolar e ao jornalismo.


Logo DEN preta 2b

DIABETES, ESPORTE & NATUREZA © Todos os direitos reservados

http://www.facebook.com/diabetesesporteenatureza

http://www.facebook.com/groups/diabetesesporteenatureza

http://www.youtube.com/channel/UCFbpRwQC1m8HXrwOeFk504g

Jornalista responsável: Daniel Ramalho

Contato: diabetesesporteenatureza@gmail.com


 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s