imagem A SAÚDE NÃO ESPERA A CRISE PASSAR

Por Daniel Ramalho

Vídeo: Bom Dia Brasil, 04 de fevereiro de 2016

Alexandre Garcia Bom dia Brasil 04fev2016http://g1.globo.com/bom-dia-brasil/videos/t/edicoes/v/diabeticos-sofrem-com-a-falta-de-insulina-em-varias-partes-do-pais/4786416/

Do norte ao sul do Brasil nos chegam relatos de falta de insumos, medicamentos, equipamentos e profissionais nas unidades públicas de saúde. Basta uma pequena navegada pelos sites, grupos e blogs relacionados ao tema para percebermos que a falta de respeito da administração pública no tocante à saúde do povo brasileiro é generalizada.

Enquanto isso, os impostos não deixam de subir, a crise econômica afeta a mesa, o bolso e a vida do cidadão de uma forma geral, aumentando a preocupação das famílias com seu próprio estado físico e mental.

Não há ocasião em que a saúde se torna mais importante do que nos momentos de crise, pois nossos limites são testados e manter-se saudável é a única forma de sobreviver a tanta pressão, principalmente para nós que lidamos com uma enfermidade crônica como o diabetes.

Ao ver uma matéria como esta do “Bom Dia Brasil”, muitas perguntas ecoam na mente e desculpem-me os leitores, mas sinto que esse é um momento em que preciso desabafar, pois é humanamente impossível entender como podemos doar-nos tanto ao nosso país, trabalhando 5 meses exclusivamente por ele, para pagar seus impostos, e recebermos em troca o “show de horrores” que vemos diariamente nos noticiários com serviços  e assistências da pior qualidade. É tanta corrupção, tanto ladrão, tanto descaso e cinismo que é cada dia mais difícil acreditar que um dia isso acabará.

Senhores governantes e responsáveis pela saúde pública de nosso país, o que nós, povo brasileiro, fizemos para que os senhores nos tratem tão mal? Estamos cansados de tantas desculpas! Até quando irão se esquivar de suas responsabilidades e atender dignamente àqueles que lhes deram poder para agir em seu nome? Considero-me uma pessoa de sorte, praticamente um ganhador da Mega Sena, pois a tal crise ainda não afetou o fornecimento do que preciso para me cuidar, mas milhões de pessoas em todo o país sofrem com o descaso e a pouca vergonha na qual se transformou a saúde pública no Brasil. Falta de tudo e, não raro, faltam também respeito e paciência com quem busca auxílio em alguma unidade de atendimento.

Leitores, é hora de pensarmos bem, exigirmos um tratamento digno em todos os campos da administração pública, antes que não possamos sair de casa sem a permissão de “nossos poderosos senhores”, cujo único poder origina-se em nossa própria atuação patética diante da urna eleitoral.

Enquanto insistirmos em nos dividir entre coxinhas e mortadelas, estaremos fazendo o jogo “deles”. Enquanto nos vitimizarmos e nos isentarmos de responsabilidade pelo que “eles” estão nos fazendo, tudo continuará como está.

Jamais nos será dado o respeito enquanto não nos respeitarmos. Tal respeito não é um presente, é uma conquista forjada com muito suor. Diariamente saímos de casa cedo para trabalhar, produzir, ajudar a desenvolver nosso país e receber muito pouco em troca. Isso já seria o suficiente para conquistarmos a admiração dos representantes de qualquer nação, mas no Brasil parece não ser o suficiente.

A que mais devemos nos sujeitar para recebermos de nossos governantes o tratamento que merecemos? A resposta é simples: nada. Não devemos mais agir com tanta passividade. Não devemos mais nos ofender nas redes sociais, dividindo nossos esforços quando deveríamos estar todos juntos, exigindo aquilo que nos garante a Constituição Federal.

Ninguém deveria ter que procurar os tribunais para fazer com que os governos nos forneçam aquilo que as leis já nos garantem. Um governo legítimo só o é quando cumpre a lei de seu próprio país. Todo o resto é enganação!

Novamente peço desculpas pelo desabafo, mas, realmente, com a consciência tranquila de quem já participou de várias manifestações ao longo da vida – de forma pacífica, diga-se de passagem – afirmo que é chegada a hora de nos levantarmos do sofá. E desta vez não uso essa expressão para que saiamos de casa a fim de malhar, baixar a glicemia através dos esportes, como sempre incentivo aqui no DIABETES, ESPORTE & NATUREZA. Refiro-me a nos movimentarmos de forma a exigir que nosso governo também se mexa, nos escute, nos respeite, nos represente.

Só depende de nós! Não adianta mais ficarmos criticando nosso país e nada fazermos. Vamos fazer barulho! Vamos fazer com que nos escutem!

Até lá ficaremos sempre repetindo a frase com que o jornalista e apresentador Alexandre Garcia termina a matéria: “Tomara que a saúde dos pacientes possa esperar”, referindo-se às desculpas dadas pelos atrasos e a falta de insulina nas unidades de saúde mencionadas. Será esta a nossa sina?

Já diria o filósofo francês Joseph de Maistre: “Cada povo tem o governante que merece”. Será que ainda vamos merecê-los por muito tempo?

Espero que não!

Reflitamos todos e façamos a nossa parte! E mais do que nunca, VAMOS QUE VAMOS, pois com o mesmo cuidado que temos com o diabetes, NÓS PODEMOS TUDO!!!


Daniel Ramalho Studio 002 DM1

Blogueiro, jornalista, pedagogo, pós-graduando em “Educação em Diabetes” e “Psicologia Positiva e Coaching”, esportista amador, músico e ator. Convive com o Diabetes Mellitus tipo 1 desde 09/07/2008.
Amante dos esportes radicais com ênfase em Surf, Bodyboard e Skate, além de praticante de ciclismo, natação e trekking, utiliza as atividades físicas como aliadas no controle glicêmico.
Profissionalmente dedica-se à composição de trilhas sonoras, administração escolar e ao jornalismo.


Logo DEN preta 2b

DIABETES, ESPORTE & NATUREZA © Todos os direitos reservados

http://www.facebook.com/diabetesesporteenatureza

http://www.facebook.com/groups/diabetesesporteenatureza

http://www.youtube.com/channel/UCFbpRwQC1m8HXrwOeFk504g

Jornalista responsável: Daniel Ramalho

Contato: diabetesesporteenatureza@gmail.com


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s