imagem COMO ARMAZENAR A INSULINA

20171212_164042.jpg

Hoje constatei um problema no meu controle glicêmico que em nove anos de diagnóstico é segunda vez que me ocorre. Na verdade, o problema não está no meu controle, mas na insulina que estava usando, que acabava prejudicando esse controle.

22196420_1808808269147237_5107110889795849336_nComo todos sabem, recentemente terminei o teste da bomba 640g da Medtronic. Acabei ficando com mais da metade de um frasco de insulina Apidra na geladeira e há algumas semanas passei a usá-la com seringa para não desperdiçá-la e, de quebra, economizar minha caneta quando estivesse em casa.

O frasco só saía da geladeira para a aplicação e voltava. É bem verdade que no final do teste, esse frasco fez umas duas viagens longas, mas sempre muito bem armazenado em uma bolsinha térmica e gelo.

O fato é que cheguei à conclusão que minha linda insulininha foi para o brejo e só descobri pelos resultados estranhos que venho tendo no glicosímetro. Mesmo com repentinas “montanhas” nos gráficos, demorei uns quatro a cinco dias para chegar a essa conclusão, pois há três estou vivendo um momento de certo desgaste emocional com questões pessoais dessas que costumam tirar a gente dos eixos e pensei que essa pudesse ser a razão. Mas ontem e hoje os resultados foram ainda mais preocupantes, passando de 300 mg/dl, o que seria muito difícil acontecer por estresse.  Hoje, de volta ao equilíbrio e lidando melhor com essa situação pessoal, estou rindo mais do que pinto no lixo. Porém, vi mais uma montanha no meu gráfico da glicemia e não tive dúvidas: o efeito da insulina daquele frasco se foi.

Desconfio que a geladeira em algum momento tenha ficado aberta e, por isso, meu frasco ficou exposto a uma temperatura não muito apropriada, visto que no Rio de Janeiro a temperatura começa a subir por conta da proximidade com o verão. Nesse mesmo período achei que alguns alimentos também estragaram mais rápido do que o normal… Deve realmente ser a geladeira que ficou aberta pelo excesso de tupperwares que havia na semana passada. Hahaha!

Sendo assim, aproveitando o tema, seguem abaixo algumas recomendações da SBD (Sociedade Brasileira de Diabetes) para o correto armazenamento da insulina:

  • Se a insulina ainda não estiver aberta, conserve-a na geladeira entre 2º a 8ºC;
  • Após a abertura, pode permanecer à temperatura ambiente (abaixo de 30ºC) por até 30 dias, a não ser que você use a detemir, que pode ficar a essa temperatura por até 42 dias;
  • Evite muita incidência de luz, mantendo-a na caixinha ou com a tampa (no caso da caneta);
  • Não a deixe congelar. Se isso acontecer, descarte-a imediatamente, pois a insulina perde a sua função;
  • Ao transportá-la, certifique-se de armazená-la em lugar fresco, evitando bolsos, lugares em contato com o corpo ou outras fontes de calor;
  • Em dias muito quentes ou frios, transporte-a em bolsas térmicas e, se preciso, coloque algum gelo para mantê-la na temperatura ideal, evitando que este tenha contato direto com a insulina.

Acrescentaria a essas dicas que se evite armazenar a insulina na porta da geladeira, pela variação de temperatura que pode haver ao abrir e fechá-la muitas vezes, principalmente no verão. Da mesma forma, evitem deixá-la diante da saída de ar frio, geralmente no alto do interior da geladeira “Frostfree”, pois há um alto risco de congelamento e inutilização da insulina.

Precaver é sempre melhor do que remediar. Transporte e armazene corretamente sua insulina, ela é a sua vida dentro de um frasco ou caneta. Se mesmo com todo o cuidado isso me aconteceu, imaginem se não fizermos tudo corretamente…

Quer saber mais sobre insulinas? visite o site da SBD que serviu de referência para algumas dicas deste post, clicando aqui ou na indicação de referência no final deste texto.

Grande abraço,

Daniel Ramalho – Diabeticoach

Diabetes Esporte & Natureza

 

Referência: http://www.diabetes.org.br/publico/diabetes/insulina


Assinatura Blog 003 set2017


ESTÁ CHEGANDO

21616546_507560499604571_3554556279413164762_n

BEM-ESTAR, DESENVOLVIMENTO PESSOAL E RESILIÊNCIA NO TRATAMENTO DO DIABETES!


REVISTA ELETRÔNICA

Screenshot_20171128-172201.jpg

Leia no nosso nº 7! Clique aqui ou na imagem acima.


 

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s