imagem FORÇA, VIDA E LIVROS

Desde que criei o DIABETES ESPORTE & NATUREZA, muitas pessoas já me perguntaram de onde tiro minha força, vontade de crescer e de me superar a cada dia. Sempre esclarecendo que não sou nenhum poço de virtudes, respondo que essa é uma pergunta muito complexa e que minhas palestras e publicações no blog são pequenos resumos do que costumo fazer para estar bem o máximo de tempo que posso, sem esquecer que também sofro, fico triste e que a ira também me faz visitas de vez em quando, como a todo ser humano.

Completo, com a mesma frequência, dizendo que estou longe de ser um sujeito zen (no sentido popularmente usado para definir a expressão) ou detentor da fórmula da felicidade, apenas procuro não perder meu tempo com coisas que só podem me fazer mal, sem acrescentar muito ao que sou ou posso vir a ser. Dou a cada coisa o tempo que ela merece ou acredito que mereça.

20141120_155819 - Cópia b
Eu escolhi falar sobre o diabetes em lugar de escondê-lo, o que faz toda a diferença em meu tratamento. Porto Alegre-RS, Festival de Curtas A Hora do Cinema-Nov2014. Imagem: DEN

Obviamente, como disse acima, também tenho meus momentos explosivos, complicados, de muita raiva… Quem não os têm? É verdade que acabei criando estratégias para que essas coisas não me afetem tanto, mas já afetaram e foi por isso que decidi promover uma mudança em minha vida há alguns anos e foi a melhor decisão que já tomei.

Se dissesse que não fico P da vida com determinadas coisas, estaria mentindo. Ha, ha, ha! Quando me irrito, e quem me conhece bem sabe, sai da frente que vem fogo pesado. Ha, ha, ha! Porém, controlo-me ao máximo, tento ser o mais justo possível, procuro analisar cada situação desde seus mais variados ângulos e desta forma acabei criando minha “auto-defesa” contra sentimentos daninhos, principalmente após o diagnóstico de diabetes tipo 1 em julho de 2008, quando esse controle das emoções passou a ser uma questão de sobrevivência.

20161128_142648Uma das coisas que mais me ajudam nesse controle mental e emocional é a leitura de textos que realmente acrescentem o que considero bons conceitos à minha vida. Costumo ler de tudo um pouco: ficção, espiritualidade, biografias, psicologia, diabetes, jornalismo, pedagogia, até bula de remédio. O que me interessar naquele momento, é o alvo de minha atenção e procuro tirar de cada linha lida, uma lição que possa empregar em meu dia-a-dia.

20161122_190209bNa última terça-feira (22/11/2016) estive no lançamento do livro Psicologia Positiva: como descobrir e desenvolver qualidades humanas, Volume 2, de Mônica Portella, Ricardo Sá e Valéria Motta (Orgs.) na Livraria Argumento, Leblon-Rio de Janeiro. Minha presença, a princípio, se devia à vontade de prestigiar dois dos autores, Portella e Sá, que são meus professores em minha pós-graduação em Psicologia Positiva em Coaching, mas também por conhecer um pouco da linha de trabalho de ambos, que vem influenciando diretamente tudo o que penso sobre bem-estar, resiliência e motivação.

Sim, estou transformando o que aprendi com as bordoadas que a vida me deu em algo positivo e profissional,  além de conhecer muitos outros que pensam de acordo com o que pessoalmente acredito ser a melhor forma de se encarar a vida e suas adversidades.

20161122_192624b
Da esquerda para a direita: Valéria Motta, Mônica Portella e Ricardo Sá. Imagem: DEN

Voltando ao que comentava no início deste texto, resumindo, o que me dá força para superar os desafios impostos pela vida é minha própria vida e a forma como a vejo. Se é isso que dizem que é “saber viver”, então eu sei e muito em breve estarei pronto para ajudar outros a enxergarem o que podem fazer para promoverem uma mudança positiva em suas vidas e investirem em seu desenvolvimento pessoal.

Enquanto isso não acontece, escolham boas leituras, cuidem de sua saúde, pratiquem exercícios físicos, durmam bem, alimentem-se com responsabilidade e façam a sua parte para introduzir um pouco mais de leveza às suas vidas.

Vitimismo e reclamações constantes minam nossa saúde sem que possamos nos dar conta. Cuidem-se! Tentem enxergar a beleza da vida até onde não parece haver: o resultado é surpreendente e muuuuuito gratificante!

Cambalhota

Grande abraço,

DANIEL RAMALHO

DIABETES ESPORTE & NATUREZA

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s