imagem DIABETES ESPORTE CLUBE: GARY HALL JR.

Por Daniel Ramalho

Gary Hall youtube Int Swim Hall of Fame 001 logo dec
Imagem: International Swimming Hall of Fame (reprodução)

Imaginem a situação: você está dando o seu melhor para se classificar para as olimpíadas e, de repente, recebe um diagnóstico de diabetes tipo 1. Difícil de aceitar, não é? Ainda mais aos 24 anos de idade, sendo um atleta de alto rendimento, já com medalhas olímpicas na bagagem, ou seja, justo quando se pensa que nada de mal pode nos abater, principalmente no que diz respeito à nossa saúde. Pois foi assim que aconteceu com o ex-nadador americano – ganhador de 5 medalhas de ouro olímpicas nos jogos de Atlanta 96, Sidney 2000 e Athenas 2004, Gary Hall Jr.

O ex- atleta olímpico, natural do estado americano de Ohio, já vem de uma família com bastante tradição na natação: seu pai, Gary Hall, e seu tio, Charles Keating III, também foram atletas olímpicos e seu avô, Charles Keating Jr., foi campeão nacional em 1946. Além disso, sua mãe e seus 5 irmãos também foram praticantes do esporte.

Gary Hall youtube Int Swim Hall of Fame 003
Imagem/reprodução: International Swimming Hall of Fame

Hall foi diagnosticado com diabetes tipo 1 em 1999, quando se preparava para as olimpíadas de Sidney, na Austrália, e com o diagnóstico, recebeu também outra dura notícia de seu médico: a de que não poderia nunca mais competir profissionalmente. Segundo a jornalista Stephanie Watson do site WebMD, o nadador descreve esse momento como de “Desespero. Desespero total.” E complementa: “Você gasta tanto tempo se dedicando a ajustar seu corpo para poder competir com os melhores atletas do mundo, e vê-lo falhar sendo tão jovem… É assustador”. Mas Gary não acreditou nessa visão tão negativa e pessimista do médico que o diagnosticou. Seguiu em frente, obviamente com todos os cuidados necessários, e forjou uma carreira brilhante.

Sem histórico de diabetes na família, que segundo Hall tinha apenas “cloro em sua linhagem”, treinar para um esporte que exige tanto de um velocista não foi tarefa fácil. “Fizemos tudo na base da tentativa e erro. Não havia nenhum livro que ensinasse como ganhar uma olimpíada com diabetes”, conta o ex-atleta que não apenas ganhou sua medalha de ouro olímpica, como repetiu o feito várias vezes, sendo aclamado como o nadador mais rápido do planeta nos jogos olímpicos de 2000 e 2004.

Gary Hall youtube Int Swim Hall of Fame 002
Imagem/reprodução: International Swimming Hall of Fame

Com uma trajetória tão vitoriosa no esporte, hoje, Gary Hall Jr. é considerado um ativista na causa diabetes, frequentando hospitais para visitar pessoas com a disfunção e dando palestras em universidades, com o intuito de conscientizar mais as pessoas sobre o que é a enfermidade. Também atua como membro da JDRF – Juvenile Diabetes Research Foundation (Fundação de Pesquisa sobre Diabetes Juvenil, em português), divulgando e defendendo novas terapias para pessoas com diabetes tipo 1.

Gary Hall Jr. é um grande exemplo de que com força e determinação, não há nada que uma pessoa com diabetes não possa realizar, como ele próprio diz: “Ter diabetes afeta a minha vida, mas não é uma desculpa. Significa apenas que tenho que fazer alguns sacrifícios ao longo do caminho”, e quem não tem, não é mesmo?

Quer saber mais sobre o nadador? Clique nos links abaixo com as matérias que serviram de referência para o texto que você acaba de ler e informe-se:

Sports-reference.com

Diabetic Living Online

Diabetes.co.uk

Diabetes Research Institute

WebMD

Consumer.healthday.com

Um grande abraço,

DANIEL RAMALHO

DIABETES ESPORTE & NATUREZA


Assinatura Blog


 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s